27 de jun de 2010

Copa do Mundo: A fé de Kaká e de Julio Baptista

Julio Baptista fez o sinal da cruz ao sair do campo, quando Dunga o substituiu no jogo Brasil X Portugal, no dia 25/6/10. Nenhum jornalista criticou a cena que expressou a fé do jogador.

Basta Kaká levantar os braços para comemorar um gol – agradecendo a Deus -, que chovem críticas. Por que a imprensa age assim?

Nem Kaká nem Julio Baptista merecem críticas. Eles não desrespeitaram as regras da FIFA que proíbe expressão de fé em campo. A FIFA é contra o merchandising religioso.

Ambos apenas fizeram um gesto simples, que passaria despercebido não fossem as críticas da imprensa brasileira. Detalhe: críticas somente contra o Kaká. Será por quê?

Assim não dá!

Pastor comenta sobre Marina Silva

Em entrevista à revista Época, o pastor Sóstenes Apolos da Silva, da Assembléia de Deus, comenta sobre Marina Silva.

Acesse e leia a reportagem: http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI150602-18176,00-PASTOR+SOSTENES+APOLOS+DA+SILVA+NOS+VIVEMOS+DE+ACORDO+COM+A+BIBLIA.html

Aline Barros e Fernanda Brum no Faustão

Hoje, 27/6/10, as cantores evangélicas Aline Barros e Fernanda Brum estarão no Domingão do Faustão, na Globo.

É a primeira vez que ambas participam do programa.

24 de jun de 2010

Livros de religião estimulam preconceitos

Estudo da UnB revela que as aulas de religião na rede pública utilizam livros com conteúdo preconceituoso. Foram analisadas 25 obras.

O ensino religioso deve respeitar a diversidade cultural religiosa. Não pode haver proselitismo. Isso é o que diz a Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Mas a pesquisa "Laicidade e o Ensino Religioso no Brasil" revela, entre outros pontos, que os livros impõem o cristianismo (em especial o catolicismo), ignoram os sem religião, não destacam religiões afro-brasileiras e indígenas.

Falta controle do Ministério da Educação sobre os livros de ensino religioso.

Fique pode dentro
Priselitismo: Tentar converter uma pesssoa a uma religião, idéia ou sistema.

23 de jun de 2010

Juca Kfouri critica Kaká. Eu discordo do Juca

No blog, o colunista da Folha de São Paulo e da CBN, Juca Kfouri, criticou o jogador Kaká dizendo que ele “colocou Jesus onde Ele não foi chamado”. Sendo ateu, Juca é contra o merchandising religioso dentro do campo.

Ontem, 22 de junho, em entrevista coletiva na África do Sul, Kaká criticou Juca e defendeu sua fé afirmando: “Ele (Juca Kfouri) não aceita a minha fé em Jesus Cristo. Da mesma maneira que eu o respeito como ateu, peço que ele me respeite como alguém que professa a fé em Jesus Cristo. Que respeite não só a mim, mas aos milhões de brasileiros que seguem Deus e Jesus Cristo.”

Eu concordo com o Kaká. Discordo do Juca. Agradecer a Deus por um gol não faz mal a ninguém. Por que um jogador não pode levantar as mãos para o céu e agradecer a Deus? A quem ele estaria contrariando? A quem estaria ofendendo? Por que tanta crítica gratuita da imprensa?

Os cristãos agradecem a Deus. Quem quiser honrar a outros deuses e ídolos que o façam livremente. Mas todos precisam ser respeitados na fé que professam.

Kaká está respeitando a ordem da FIFA que proibiu manifestações religiosas em campo. Comemorar um gol simplesmente apontando para o céu não afeta ninguém, nem descumpre as regras imposta, as quais ele tem obrigação de seguir.

Nota zero para Juca Kfouri. Nota dez para Kaká! Que ele faça mais gols pois assim o Brasil trará o hexa.

22 de jun de 2010

Morre pastor que lutou contra o Apartheid

O reverendo Nico Smith, um pastor branco que desafiou o regime sul-africano do Apartheid ao mudar-se com a mulher para uma comunidade negra, morreu no dia 19 de junho, aos 81 anos.

Ele desmaiou depois de sofrer um ataque cardíaco quando estava na festa de aniversário de um amigo, na cidade de Pretória. Faleceu antes de ser socorrido.

Na turbulenta década de 80, Smith foi um dos poucos religiosos da Igreja Reformada Neerlandesa na África do Sul - principal religião seguida pela comunidade africâner, então detentora do poder político - pelo fato de a instituição ser contra o Apartheid. Smith aderiu então ao braço negro da igreja.

Smith e sua esposa foram as primeiras pessoas brancas a ter autorização do governo africano para viver em uma cidade negra. Naquela ápoca, por força de lei, as pessoas eram segregadas. Existiam lugares para brancos e para negros. Por causa do preconceito, não podiam viver juntos. Escolas, hospitais, departamentos públicos e residências eram separadas pela cor da pele.

O pastor será sepultado na quinta-feira, 24, em Pretória, onde ajudou a desenvolver uma comunidade religiosa multirracial. Fonte: Estadão

20 de jun de 2010

Você viu o show do Kaká?

Linda a cena. Kaká, de mãos levantadas para o céu, disse “glória a Deus”, ao comemorar o gol do Brasil contra a Costa do Marfim. Ele deu o passe e Elano fez o gol.

A cena correu o mundo. Eu vi pela Globo que mostrou o jogador em câmera lenta, no dia 20 de junho, em transmissão da Copa do Mundo, no ginásio Soccer City, em Joanesburgo, na África do Sul.

Kaká celebrou o gol de forma tranqüila e discreta. A FIFA proibiu manifestação religiosa em campo. Ainda bem que ninguém pode impedir que um coração convertido e feliz balbucie palavras de louvor ao Senhor.

Depois, o árbitro francês Stéphane Lannoy expulsou Kaká, dando cartão vermelho. Mas ele não cometeu irregularidade. Foi simulação do jogador africano.

O Brasil ganhou o jogo. Placar: 3x1. Valeu, Kaká!

19 de jun de 2010

José Saramago, senhor polêmica (parte 2)

O escritor português guardava a certeza de que o homem inventou Deus unicamente porque a morte era a verdade suprema. “Se fôssemos imortais não teríamos nenhum motivo para inventar Deus. Para quê? Nunca o conheceríamos!”, ponderou em entrevista ao jornal espanhol El País, em outubro do ano passado.

Saramago nunca teve educação religiosa nem acreditava em Deus, mas foi nessa seara que protagonizou algumas das polêmicas de maior repercussão da literatura portuguesa contemporânea. Ele disse que Jesus Cristo era filho de José e não de Deus. Por isso, recusou-se a escrever um texto para abrir o livro O evangelho segundo Jesus Cristo.

Temas bíblicos voltaram à agenda com Caim, último romance do escritor. Dessa vez, foi acusado de antissemita. Na versão de Saramago, o assassinato de Abel pelo irmão Caim tem como mentor intelectual o próprio Deus.

O escritor não foi criado em família católica, mas admitia estar naturalmente contaminado pelos valores cristãos. “Ateu é apenas uma palavra. No fundo estou impregnado de valores cristãos (…). Aceito. Agora, tudo que tem a ver com um Deus superior e eterno, que um dia me condenará, me parece uma bobagem”, disse, em entrevista durante o lançamento do livro. Crítico voraz da Igreja Católica, chegou a acusar o papa Bento XVI de cínico. Coincidentemente, ele dizia, o cristianismo trazia os mesmos valores humanistas que nortearam sua vida política.

Primeiro autor de língua portuguesa a receber o Nobel de Literatura, José Saramago morreu ontem aos 87 anos após complicações decorrentes de uma doença respiratória e falência múltipla dos órgãos.

Fonte: Correio Braziliense, Diversão e Arte, pág. 1, 19/6/10.

Deixa o Dunga trabalhar

O Brasil tem 190 milhões de técnicos da Seleção Brasileira.

Cada um deseja escalar um time diferente na Copa do Mundo.

Gente, deixa o Dunga trabalhar.

José Saramago, senhor polêmica

Ele era ateu e muito polêmico com assuntos sobre fé.

Foi o único prêmio Nobel da língua portuguesa, em 1998.

Morreu dia 18 de junho de 2010, nas Ilhas Canárias, aos 87 anos.

E agora, José?

A Bíblia diz que, depois da morte, vem o juízo final. Os caminhos são céu e inferno.

18 de jun de 2010

O Brasil e as religiões

O Brasil é laico. Isso significa que não existe religião oficial e que nenhuma fé pode ser enaltecida em detrimento de outra. Temos que respeitar o princípio democrático.

A liberdade de crença e de culto está junto com a liberdade de consciência. Eu sou evangélica e quero ser respeitada. Tenho que respeitar todas as demais religiões, mesmo não concordando com os princípios das mesmas.

A separação entre Igreja e Estado foi determinada no Brasil pela proclamação da República, em 1889.

No artigo 19 da Constituição está escrito que o Estado não pode firmar acordo com religiões ou seus representantes.

Pergunto: por que, então, o presidente Lula fez acordo com a Santa Sé? Por que somente existem capelanias católicas e evangélicas dentro do poder militar? Por que ainda estão fixados crucifixos nas paredes dos órgãos públicos? Temos que respeitar a lei.

17 de jun de 2010

Em defesa do diploma do jornalista

O Supremo Tribunal Federal (STF), em 17/6/09, eliminou a exigência do diploma de nível superior de Jornalismo como requisito para o exercício da profissão. Um absurdo! Esse foi um erro.

Para que a validade do diploma seja restabelecida, o deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) apresentou Proposta de Emenda à Constituição (PEC nº 386/09). No Senado, outra PEC, de Nº 33/2009, foi apresentada pelo senador Antonio Carlos Valadares (PSB-CE).

Ambas as medidas já foram aprovadas nas Comissões de Constituição e Justiça. A do Senado depende de votação no plenário e a da Câmara será avaliada por uma comissão especial.

É fundamental que assegurar à sociedade o direito à informação de qualidade e às liberdades de imprensa e de expressão. A infeliz decisão do STF abriu o caminho para a completa desregulamentação da profissão.

A forma como o Ministério do Trabalho e Emprego está emitindo registros profissionais para os não diplomados é uma ameaça à profissão.

Diga sim ao diploma e envie sua manifestação aos deputados e senadores!

Fonte: SJPDF

16 de jun de 2010

Marina Silva em Brasília

A pré-candidata à presidência da República, Marina Silva, estará em Brasília.
O encontro será com o segmento evangélico que a apoia.
Anote: 17 de junho de 2010, das 10h às 13h, na Faculdade Evangélica (auditório), na 910 Sul.

15 de jun de 2010

Ano perfeito

O ano será muito bom se:
O Brasil ganhar o hexa;
Marina Silva vencer as eleições.

13 de jun de 2010

Copa do Mundo na África do Sul

Para mandar uma mensagem para os jogadores evangélicos, acesse: selecaonacopa.com.br.

O site é oficial da CBF.

11 de jun de 2010

A mulher na igreja

Ao redor do mundo, a mulher nunca conseguiu crescimento e benefícios sociais de graça. A palavra é sempre luta, busca, reivindicação.

Assim aconteceu também no Brasil. Na política, no mercado de trabalho, na família, nos direitos civis, enfim, ela conquistou seu espaço. Não recebeu de graça.

Na religião não é diferente, embora os avanços precisam aumentar.

Como cada segmento religioso considera o trabalho feminino? A mulher pode exercer liderança na igreja?

Os evangélicos saíram na frente. As mulheres, em todas as denominações (batistas, assembléia, entre outras) podem ser bispas e pastoras. Uma revolução porque os púlpitos eram espaço marcado para os homens.

Os budistas também aceitam a liderança feminina assim como têm rabinas no Judaísmo (linhas conservadora e reformista).

Já a Igreja Católica ainda não abriu espaço para elas estarem à frente dos trabalhos. Somente os homens têm liderança e podem exercer o sacerdócio.

A cúpula da Igreja Católica tem sido criticada pelo exclusivismo sacerdotal masculino. Pequenos protestos começam a acontecer pelo mundo. No dia 8 de junho, a associação Women's Ordination Conference protestou, na praça de São Pedro do Vaticano, para pedir à Igreja Católica que reconsidere a proibição de as mulheres receberem a ordenação sacerdotal.

Apesar de não ter sido reconhecida pelo Vaticano, uma italiana - Maria Longhitano – foi ordenada sacerdotisa, em Roma, pela Igreja Vétero Longhitano, que é um movimento católico independente, vinculado ao movimento anglicano. Ela agora poderá realizar missas na paróquia Jesus de Nazaré, em Milão.

Maria Longhitano abre novos caminhos contra antigos comportamentos. As idéias precisam ser renovadas.



Como Jesus vê a mulher?

Assim como no Antigo Testamento, no Novo Testamento as mulheres eram vistas como inferiores. Mas Jesus mudou vários paradigmas. Falou do reino de Deus de forma diferente mostrando que a criação do Pai era especial. A mulher era parte da criação. Mas Jesus nunca considerou somente um gênero. Para Ele, homens e mulheres são a riqueza da criação.

Jesus tratou a mulher como ser humano, reconhecendo seu valor. Ele não olhava as pessoas pelo nível ou classe social. Olhava como necessitados de amor, perdão e salvação.

Jesus foi plural. Escolheu mulheres e homens (os discípulos) para serem Suas testemunhas. Elas estiveram presentes no ministério dEle - enquanto esteve na terra e depois que subiu aos céus. Elas se envolveram com evangelização, ajudaram a expandir o Cristianismo pelo mundo.

A Bíblia não narra que sequer um livro tenha sido escrito por uma mulher. Foram somente homens que a escreveram. Aliás, vale ressaltar, ainda, que os possessos descritos nas Sagradas Escrituras eram, na maioria, mulheres. Maria Madalena era uma das mulheres que fora possuída por sete demônios. Era prostituta mas foi considerada pelo Mestre (Lucas 8). Ela seguiu Jesus depois de liberta. Estava presente no sepulcro, no domingo da ressurreição. Saiu para anunciar aos discípulos que Jesus não estava mais no sepulcro. Depois tornou-se evangelizadora. Jesus a amou. Não a marginalizou.

Ela não foi somente a arrependida. A história registra que, depois de transformada, tornou-se voz expressiva. Afinal, foi a anunciadora da ressurreição. Coube à Maria Madalena essa alta honra.

Fifa proíbe comemoração religiosa na Copa

Os jogadores não podem, dentro de campo, manifestar a fé.

A FIFA enviou um comunicado às federações de futebol dos 83 países que disputarão a Copa do Mundo na África do Sul na tentativa de impedir que os atletas festejem gols e vitórias com mensagens religiosas.

Jogadores brasileiros evangélicos costumavam mostrar camisetas com frases tipo “eu pertenço a Jesus”, como é o caso do Kaká. O uso de mensagens escritas em camisetas por baixo do uniforme já é proibido. Mas, em várias ocasiões, atletas têm esperado o final da partida para orar e exibir mensagens.

A primeira grande polêmica surgiu quando o Brasil ganhou da Alemanha, em 2002, e conquistou o penta. Há um ano, o tema voltou a fazer parte de debates na conquista da Copa das Confederações, na África do Sul.

A FIFA se justifica dizendo que não quer que a Copa se transforme em evento político ou religioso.

Respeito a decisão da FIFA mas não concordo. Para mim, a ordem é um cerceamento religioso. Por que o jogador não pode dizer que ama a Deus? No que isso afetaria a FIFA? O gesto é espontâneo e não ofende ninguém.

Orações via drive-thru. Nova idéia da Igreja Universal do Reino de Deus

O congestionamento está grande. Então, o motorista para e recebe uma oração, sem sair do carro.

Quem passa pela Rua Domingos de Morais, 2.051, na Vila Mariana, em São Paulo, pode pedir e recebe – na hora – uma oração dos voluntários que ficam à disposição das pessoas. O trabalho funciona todos os dias, das 18h às 20h.

O atendimento é rápido, não demora nem cinco minutos. E o motorista sai abençoado por Deus.

Enquanto uns evangélicos oram, outros seguram placas e faixas convidando as pessoas para receber uma oração. Uma das placas diz: “nunca diga não para uma oração”.

Boa iniciativa!

Internet vira espaço para macumba on-line

Ir ao terreiro pra quê? Mandinga e promessa on-line são as novas modas entre os adolescentes que navegam pelo site especializado em macumbas.

Tem de tudo um pouco. Gente querendo emagrecer, arrumar namorado, ganhar na megasena, realizar os desejos mais íntimos e fazer sexo. Tem adolescente que acessa por curiosidade, outros para fazer e pagar promessa. Mais de dois mil acessos foram feitos em dois anos de serviço.

Têm até idéias maldosas. Gente que deseja que o desafeto engorde, seja traído, entre outras bobagens. No total, o site oferece 86 opções. O usuário escolhe a macumba que quer fazer e, se desejar, pode enviá-la, por e-mail, para o desafeto. Mas o autor da macumba pode permanecer em secreto, caso prefira. Não é obrigatório se identificar. Tudo muito prático, sem sair de casa ou da mesa de trabalho.

O pastor Marco Antonio Sousa, líder do ministério junto aos adolescentes, que na Igreja Batista Central de Brasília recebe o nome de Adolas, não concorda com a idéia de fazer macumba via internet. Ele explica que, embora os adolescentes ou qualquer outra pessoa acesse o site por brincadeira, sem grandes intenções de praticar as ações previstas na lista de trabalhos, deve entender que os demônios e espíritos malignos nunca brincam. “A Bíblia diz que o diabo é o nosso inimigo que anda ao nosso derredor procurando nos tragar. Quando alguém entra em um ambiente virtual como esse, de certa forma está vinculando-se ao diabo e submetendo-se ao senhorio de Satanás”, destacou o pastor.

Outra observação do pastor Marco é que todos os 86 trabalhos de macumba previstos no site são uma espécie de bruxaria e feitiçaria e tais práticas são abomináveis segundo a Palavra de Deus. “No livro de Apocalipse 21:8, vemos que os feiticeiros não herdarão os céus. Com isso não dá para brincar”, advertiu.

Também ao clique de um botão do computador, pode-se encontrar promessa on-line em um site que está no ar há cinco anos, com mais de dois milhões de usuários. Quem quer casar, por exemplo, faz uma promessa para santo Antonio, o casamenteiro, e pronto. É o animismo que saiu da vida real, do mundo físico, para a rede mundial.

Fonte: Veja, edição 2168, 9/6/10

Texto: Denise Santana e Ana Paula Souza



Fique por dentro

Animismo (latim)

1. Teoria que considera a alma simultaneamente princípio de vida orgânica e psíquica.

2. O que é próprio da alma.

3. Para o entendimento espírita, é relativo aos fenômenos intelectuais e físicos que deixam supor atividade extracorpórea ou à distância do organismo humano, isto é, exercida além dos limites do corpo.

Se tem por causalidade o Espírito desencarnado, o fenômeno denomina-se espiritual ou mediúnico; mas, se o Espírito é o próprio encarnado, chama-se anímico.

9 de jun de 2010

Mulheres no altar

A associação Women's Ordination Conference protestou, em 8 de junho de 2010, na praça de São Pedro do Vaticano, para pedir à Igreja Católica que reconsidere a proibição de as mulheres receberem a ordenação sacerdotal.

Manifestantes distribuíram panfletos pedindo o sacerdócio para as mulheres até que a polícia lhes pediu para deixar a praça, o que fizeram imediatamente.

Por que as mulheres não podem ser sacerdotisas no catolicismo?

Graças a Deus essa barreira já foi quebrada no segmento evangélico. Temos muitas talentosas pastoras exercendo o ofício com amor, dedicação e profissionalismo. Tudo pelo Reino de Deus.

8 de jun de 2010

Cerrado mais florido com as orquídeas

O trabalho será do Jardim Botânico. Mas os beneficiados para ver tanta beleza serão os freqüentadores do Parque da Cidade, em Brasília, local onde serão plantadas oito mil mudas de orquídeas. Uma beleza ímpar, colorida, leve.

As superquadras da Asa Sul – 316, 315, 116 e 115 – já receberam as flores. Por enquanto, as mudas ainda estão amarradas aos troncos das árvores. Mas, em um ano, o florido será visível.

Plantar flores é muito importante para a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Principalmente no Brasil que tem um milhão de pessoas que vivem nos lixões a céu aberto. Isso mesmo! Um milhão de pessoas esperam os caminhões de lixo chegarem para pegar comida e material que será vendido, de acordo com o Ministério de Desenvolvimento Social.

É fundamental investir na cidade verde. Por isso, eu sou Marina Silva.

7 de jun de 2010

Liberdade de expressão

Estava aqui pensando!
Liberdade de imprensa é tão importante quanto democracia.
Uma está ligada à outra.
Ambas são fundamentais para o desenvolvimento de uma nação.

6 de jun de 2010

Parada Gay em Sampa

Vi as fotos da Parada Gay em SP. Uma me chamou a atenção. Um homem de costas, com um frase escrita no corpo: "criminalização à homofobia". As demais fotos me passaram a impressão de que todos estavam bem, obrigado, e que a vida é assim mesmo.
Não sou homofóbica (não tenho ódio nem preconceito contra os gays) mas quero opinar. Eu os respeito mas não concordo com a prática homoafetiva por uma única razão: a Bíblia condena. Pronto! Quem não quer crer na Bíblia que não creia. Mas não me tire o direito de crer e de opinar.
Aliás, quase todos os movimentos homossexuais dizem que os evangélicos os discriminam. Isso não é verdade. Ser contrário a algo não significa preconceito nem discriminação. Eles também não gostam de receber críticas. Por quê?
Eu não discrimino ninguém mas querem me tirar o direito constitucional de emitir opinião. Como? O PL 122/06. Isso mesmo. Esse projeto de lei, se aprovado, diz que será crime discriminar. Toda crítica seria, então, preconceito, o que o projeto proíbe. Ninguém deve ser discriminado pela opção sexual que escolhe. Mas eu não devo perder meu direito de comentar só porque um grupo pensa que eu não posso me posicionar contra eles. É possível criticar e discordar com respeito. O PL vê tudo como discriminação, tudo como preconceito. Não concordar não significa ser preconceituoso e desrespeitar. É lógico que ninguém deve ser desrespeitadado, discriminado. Mas eu não posso nem me posicionar contra que isso já será visto como preconceito. Assim não dá.
Não vejo alegria nem vida quando olho as fotos aparentemente descontraídas e felizes que os gays tiraram na Av. Paulista no dia 6 de junho de 2010.
Querem me fazer acreditar que a vida deles é colorida, assim como as cores do arco íris. Isso não é verdade. Tudo que vai contra os princípios de Deus não traz felicidade.

5 de jun de 2010

Mensagem aos pastores nas eleições 2010

Pastores brasileiros,
Não deixe os políticos subirem nos púlpitos para pedir voto.
Sou a favor dos evangélicos na política, sim. As leis nos afetam diretamente e temos que ter voz também.
Mas, nas eleições 2010, se desejarem, chamem os conselhos de pastores dos seus estados e façam um debate em dia e horário contrários aos dos cultos. Avise a todos - inclusive à imprensa -, que será um debate político. Assim, quem for, saberá o que encontrará.
Os pastores precisam entender que púlpito não é palanque. Os evangélicos não são curral eleitoral. Muitos membros podem ter visão e candidato diferentes da preferência dos pastores e líderes. Por isso, a bandeira que deve nos unir é Jesus Cristo. Política é importante mas não pode interferir na comunhão com os irmãos e com Deus.
Deixe cada membro escolher seu candidato. Ore para que Deus abençoe os futuros governantes.
Denise Santana, jornalista, professora e evangélica

Evangélicos na Copa do Mundo 2010

Sejam bem-vindos!
Como a notícia corre na minha veia de repórter, não posso deixar de falar do assunto da moda: Copa do Mundo 2010.
Vamos lá!
Dentre os 23 jogadores convocados pelo Dunga, sete são evangélicos: Kaká, Lúcio, Luis Fabiano, Daniel Alves, Felipe Melo, Gilberto Silva e Luisão. Ah! O Jorginho, assistente técnico, também é do time de Jesus Cristo.Que eles tragam a taça!