29 de jul de 2012

Flor seca


Uma vez eu estava me sentindo murcha. Obesa, infeliz, parecia que meus sonhos não se realizariam.

Deus me disse que mudaria a minha vida e que todas as promessas que Ele fizera se realizariam. Mas o tempo passava e tudo piorava. Eu não via as bênçãos chegarem.

Deus me disse ainda que um dia eu conversaria com as pessoas com doçura. Naquela noite me ajoelhei no meu quarto e clamei a Ele que colocasse açúcar na minha vida porque eu me sentia amarga.

Outra vez eu estava saindo de casa quando o Espírito Santo me mandou observar uma árvore. Era um ipê cor-de-rosa. Olhei e falei para Deus que era uma árvore sem folhas, pois estávamos no auge do inverno e da seca em Brasília. Nessa época as árvores perdem todas as folhas.

O Senhor me mandou olhar direito. Me aproximei da árvore e vi que do tronco nasciam brotos de flores e pequenas folhas verdes. Naquele momento Deus me disse que a minha vida floresceria como aquela árvore.

Foram tempos difíceis, mas eu vi as promessas de Deus chegarem às minhas mãos.

Você está passando por um momento difícil? Sua vida está como uma flor seca?
Entregue os seus sonhos para o Senhor. Mesmo a flor seca não perdeu a semente. A vida ainda pode germinar.

27 de jul de 2012

A imprensa promeve: RJ em sarau

“O Rio de Janeiro continua lindo”, sim senhor! Para homenagear a cidade maravilhosa e curtir uma noite cultural, aconteceu ontem o oitavo Sarau Chatô, organizado pela Fundação Assis Chateaubriand e pelo jornal Correio Braziliense.
Helga, Denise, Loyane e Márcia

O cotidiano do Rio foi bem representado no sarau com música, poesia, literatura, dança e comidinhas típicas.

O mímico Miquéias Paz abriu as apresentações, seguido de recital de poesia e da boa música do Clube do Choro com reco do Bandolim. Depois veio o balanço do som de Célia Rabelo e Leonel Laterza, que mandaram muito bem. O samba no pé e a gafieira tiveram espaço com dançarinos.

A festa teve ainda literatura, com noite de autógrafo de Márcio Cotrim - que lançou a obra O Pulo do Gato 4, e exposição de arte com peças em metal.

Na gastronomia, os participantes degustaram delícias como empada de frango com palmito, batata frita, caldo, bolinho de bacalhau e ovo de codorna com molho rosé. A noite nunca foi tão carioca. Lembrava a Lapa.

Brasília, patrimônio cultural da humanidade, se rendeu ao Rio, agora patrimônio mundial pela UNESCO, a primeira cidade a receber esse título. Um luxo que só os cariocas têm.

Um espaço para respirar arte, ver gente bonita, colocar o papo em dia com os amigos. Muuuuuitos jornalistas passaram por lá. A imprensa marcou presença.

Para o Rio, aquele abraço!
 Clube do Choro com reco do Bandolim
 Miquéias Paz, mímico
Orquestra das Senhoritas

Propaganda que eu fiz para o Correio Braziliense

Clique no video e assista.

26 de jul de 2012

As mulheres resolveram tirar a roupa. Os homens também?

Cartaz de divulgação Marcha das Vadias DF

Cartaz de divulgação Marcha das Vadias DF

Em Teologia Contemporânea estudamos sobre a Teologia Feminista, um movimento em prol da liberdade e dos direitos das mulheres, ligado à Teologia da Libertação.

A partir dessas aulas fiquei mais curiosa para observar o movimento feminista atual. Percebi vários grupos se posicionando e uma característica me chamou a atenção. Para protestar, elas resolveram tirar a roupa. Isso mesmo. Acreditam que chamam mais a atenção seminuas do que somente gritando, organizando caminhadas e segurando cartazes de protesto.

Quer exemplos? A Marcha das Vadias, uma luta mundial que ocorreu em 20 cidades no último mês. Aqui em Brasília, como em São Paulo, no Rio de Janeiro e em outras metrópoles mundo afora, as feministas tiraram a roupa, pintaram os corpos e foram às praças públicas reivindicar o fim da violência física e emocional contra as mulheres, o direito ao aborto, o fim do turismo sexual e por outras causas políticas.

Durante a Eurocopa 2012, na cidade Kiev, na Ucrânia, várias mulheres do grupo Femen, inclusive uma brasileira, foram presas por tirarem a roupa durante os jogos de futebol. Mesmo com a polícia reprimindo o movimento com veemência, as feministas não desistem. Ficar nua é a maneira que acharam de chamar a atenção e protestar.

Agora os homens também resolveram fazer o mesmo. Oito bombeiros espanhóis ficaram nus. Usaram somente capacetes e botas. No cartaz escreveram a frase “de tantos cortes ficamos nus”, em protesto contra a política de austeridade do governo. Outras manifestações iguais foram marcadas em 80 cidades da Espanha. O fato é recente, aconteceu em 19/7.

Em entrevista por e-mail, a ativista Lia Padilha Fonseca, 28 anos, agrônoma, integrante da Marcha das Vadias no Distrito Federal foi questionada sobre a nudez feminina durante os atos públicos. Ao mesmo tempo em que elas criticam a mulher ser vista e usada como objeto, algumas manifestantes praticam a mesma coisa que discordam. Ou seja, ficam nuas. A pergunta para Lia foi: o ato de se expor (nua) não reforça a má imagem que a mulher carrega? Como explicar isso? Ela respondeu: “algumas mulheres na Marcha sentem a liberdade de mostrar seus peitos sem que isso seja visto ou usado como objeto, e sem que isso dê direito a ninguém de abusar de seus corpos. A nudez na Marcha é uma atitude de protesto contra a repressão e violência sexual. Algumas pessoas associam o corpo nu à razão da objetificação das mulheres, o que é uma simplificação de uma questão infinitamente maior. Essa objetificação tem raízes muitos mais profundas e que são externas aos nossos corpos, como por exemplo, na representação das mulheres na mídia, na utilização do corpo das mulheres de forma utilitária e mercadológica, na intenção de provocar a sensação de prazer aos homens por meio de nossas imagens nos mais variados veículos de comunicação. Os homens, por exemplo, andam sem camisa pelas ruas sem que isso seja interpretado como uma objetificação de seus corpos. Por que essa liberdade é negada às mulheres? O problema não está nos nossos corpos em si, mas nos valores que são impressos sobre esses corpos. As mulheres que fazem topless na Marcha não estão exibindo seus corpos. Estão, como esses homens, simplesmente andando pelas ruas, usufruindo da liberdade e da autonomia sobre seus corpos em um dia de calor. A mulher deve ter autonomia sobre seu corpo e sua sexualidade. E nenhum decote, saia curta ou topless pode tirar essa autonomia da mulher, ou o direito a uma vida livre de violência. Para tocarem em nossos corpos, apenas com o nossa permissão e consentimento. Trazemos a discussão sobre a autonomia do corpo. Portanto, nada mais coerente podermos utilizá-lo como ferramenta de protesto”.

Minha opinião
Respeito a opinião das mulheres e dos homens que resolveram tirar a roupa.  Concordo com a visão delas de que deve-se acabar com a violência contra a mulherada. Mas não creio que seja bom o método de protesto escolhido.

Elas protestam contra a cultura da mulher objeto e agem da mesma forma. Ou seja, são contra as mulheres serem vistas como objetos sexuais dos homens, como mercadorias para venda de produtos, mas tiram a roupa igualmente. Criticam quem faz isso e fazem a mesma coisa. Difícil entender isso. Se a moda pega – se já não pegou, agora todo mundo fica nu se discordar de alguma coisa?

23 de jul de 2012

Assistência religiosa a doentes e detentos

A imprensa local noticiou que o padre Roberto Crispim foi impedido de entrar no Hospital Regional de Taguatinga, em Brasília, na semana passada, para dar extrema-unção ao fiel Hélio Moises Fernandes. Horas depois, o paciente morreu.

A família, que solicitou a visita, disse que foi falta de respeito da direção do hospital que alegou que o horário era impróprio para visitação. Essa regra de dia e horário para a visita é estabelecida pelo próprio hospital.

Ficam as perguntas: o que diz a lei? Um líder espiritual, seja de qual religião for, pode ser impedido de dar assistência religiosa a uma pessoa?

A lei federal 9982, de 14/7/2000, estabelece as regras para a prestação de assistência religiosa em hospitais (públicos ou privados), em prisões e em órgãos militares.

Sancionada pelo então presidente Fernando Henrique Cardoso, a lei diz que os religiosos, de todas as confissões, podem visitar as pessoas doentes, mas desde que seja com a permissão do próprio paciente ou dos familiares, no caso de doentes que não estejam no gozo das faculdades mentais.

É obrigação do religioso respeitar as regras estabelecidas pelo órgão (hospital, prisão, quartel). O objetivo é não colocar em risco a saúde do paciente e a segurança do local.

20 de jul de 2012

Para os blogueiros cristãos


Participe da pesquisa realizada pela União de Blogueiros Cristãos (UBE) com o objetivo de mapear o perfil dos blogueiros brasileiros.

Basta acessar:


19 de jul de 2012

Festa Genuína, arraiá da fé


Vai ter festança na igreja. Será nos dias 20 e 21 de julho, a partir das 19h30, no estacionamento do Ministério da Fé, localizado na CNL 1, lotes B e C, Setor L, em Taguatinga Norte.

Quadrilha, comidinhas gostosas, fogueira, brincadeiras e shows. Muita animação para esquentar as noites frias de inverno brasiliense.

Apareça por lá.

18 de jul de 2012

Clube dos Correspondentes

O que os jornalistas estrangeiros que moram no Brasil escrevem sobre o nosso país?

Que fatos destacam para informar para o exterior?

Que imagem têm sobre o Brasil?

A Globo News lançará seu mais novo programa que recebeu o nome de Clube dos Correspondentes. O objetivo é ouvir a opinião dos correspondentes estrangeiros que trabalham em terras brasileiras.

A estreia será domingo, 22/7, às 23h, com apresentação da jornalista Leila Sterenberg.

16 de jul de 2012

Rosane Collor na Globo

Depois de 20 anos de total silêncio, a ex-primeira-dama resolveu falar.

Deu entrevista para o Fantástico, em 17/7/12, mas não disse nada que se aproveitasse para ser registrado na história do Brasil.
A ex-primeira-dama Rosane Collor em entrevista à Globo (Foto: Rede Globo)
Revelou que o ex-presidente Fernando Collor de Melo praticou vários rituais de magia negra, na Casa da Dinda, antes e depois de se tornar o primeiro presidente eleito logo após o regime militar.

Rosane também reclamou da pensão de R$ 18 mil que recebe do ex-marido. E que ele atrasa o pagamento.

Vixe! Que pauta ruim, heim gente! E a Globo ainda divulgou para os quatro ventos que ela faria revelações bombásticas. Me poupe. O jornalismo da Globo se prestou ao papel de abrir espaço para a mulher falar bobagem e reclamar, em rede nacional, da pensão que recebe.

As pautas já foram melhores. Grande coisa ouvir Rosane Collor no domingo à noite. Melhor teria sido desligar a TV e poupar energia.

14 de jul de 2012

Marcha Para Jesus em Sampa


Hoje aconteceu a Marcha. Foi a 20ª edição que reuniu mais de um milhão de pessoas, de acordo com os números da Polícia Militar. Mas os números não batem. A estimativa dos organizadores era de receber seis milhões de pessoas.

Da Praça da Luz os evangélicos caminharam até Santana, na Zona Norte. Todos se concentraram na Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira.

No total, 12 trios elétricos animaram os participantes e vários cantores gospel se apresentaram como Renascer Praise, Banda Inesquecível, Aline Barros, Thalles Roberto e André Valadão.

O evento foi mais que pacífico. Até às 19 horas nada de ocorrências registradas.

Confira as fotografias:

G1

Folha
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1120038-evangelicos-esperam-publico-de-6-milhoes-em-marcha-para-jesus.shtml

Site oficial
http://www.marchaparajesus.com.br/2012/

Record exibe reportagem sobre os evangélicos

Record exibe, no programa Domingo Espetacular, uma reportagem sobre o crescimento dos evangélicos no Brasil.

Confira a reportagem:

http://noticias.r7.com/videos/evangelicos-crescem-mais-de-60-e-revolucionam-crenca-religiosa-brasileira/idmedia/500364c4fc9babdf064c982d.html

José do Egito, de Escravo a Governador. A nova minissérie da Record

Depois do sucesso de A História de Ester e Rei Davi, a mais nova minissérie da Rede Record também terá tema bíblico.

Será uma volta ao passado, com uma história de fé, maldade humana, amor, romance e fidelidade de Deus para com um jovem. Se trata de um fato que ocorreu há 3.700 anos.

Qual a história? Será sobre José do Egito, um hebreu amado pelo pai Jacó, odiado pelos seus irmãos que o venderam a mercadores. Por isso, José tornou-se escravo em terras estrangeiras.

Estava preso quando faraó teve um sonho que nenhum mago conseguiu desvendar. Deus deu a interpretação do sonho para José. Ele saiu da prisão, ganhou a confiança de faraó, foi honrado por Deus e tornou-se governador do Egito. O texto bíblico diz que ele foi muito poderoso, o segundo homem mais forte do país, ficando somente abaixo do próprio faraó. Toda história está narrada no livro de Gênesis.

A minissérie da Record terá 26 capítulos, ainda será gravada e a estreia na TV será em janeiro do próximo ano.

A direção das cenas serão de Alexandre Avancini, com texto de Vívian de Oliveria. No papel principal o ator Ângelo Paes Leme interpretará José.

Reportagem do R7:

10 de jul de 2012

O mapa da religião no Brasil

Jesus Cristo, Buda, Allan Kardec, Maomé. Quem é seu líder religioso?

É fato. Não é a minha opinião. O novo mapa religioso mostra o mosaico que existe quando o assunto é a fé do brasileiro que vive com as regras de um Estado laico.

A maior ênfase dos pesquisadores foi a constatação de que aumentou o números de evangélicos e diminuiu o de fiéis católicos.

Os dados de 2010 revelam que existem 42,3 milhões de evangélicos, o que representa 22,2% dos brasileiros. Em 2000 era de 15,4% da população. Em 1991 foi de 9%. Já em 1980 o percentual era de 6,6%. Então, aumentou mesmo o número de fiéis nas igrejas evangélicas.

A Assembleia de Deus é a igreja pentecostal que mais cresceu dentro do segmento. Depois vêm as igrejas neopentecostais como a Universal do Reino de Deus, Igreja Mundial do Poder de Deus e a Igreja Internacional da Graça. Já os evangélicos tradicionais (também chamados de clássicos ou históricos) ficaram estagnados. Essas igrejas são as adventistas, luteranas, batistas e presbiterianas.

Fazendo um recorte nesse quadro nacional, podemos olhar o Distrito Federal onde existe uma peculiaridade. Os evangélicos moram em cidades mais pobres. Nas regiões administrativas mais ricas vivem os católicos (Lago Sul, Park Way, Sudoeste, Asa Sul, Asa Norte). Até mesmo cidades tipicamente de classe média - como Guará, Taguatinga e Sobradinho, também exibem alta de adesão ao catolicismo.

Os católicos, com os dados de 2010, somam 123,3 milhões de pessoas (64,6% dos brasileiros). Em 2000, eles eram 124,9 milhões (73,6% da população). Em 1970 era 91,8%. O levantamento feito em 1872 mostrou que 99,7% da população era católica. Diante desses números, os pesquisadores do IBGE revelam que a queda do percentual de católicos é histórica.

Mesmo com o crescimento dos evangélicos, o Brasil tem a maioria da população fiel da Igreja Católica Romana. Os dados são do Censo Demográfico divulgado no dia 29/7/12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Católicos e evangélicos por região - O Nordeste ainda mantém o maior percentual de católicos. O IBGE registrou que, ao mesmo tempo em que o número de católicos caiu no Norte e no Nordeste, o número de evangélicos cresceu com maior volume nas duas regiões. No estado do Rio de Janeiro, o percentual de católicos é 45,8% da população em 2010, o menor do país. No Rio também foi registrada a maior concentração de espíritas com 4%; seguido de São Paulo, com 3,3%; Minas Gerais, com 2,1%; e Espírito Santo, com 1%. No Piauí, o percentual de católicos foi o maior, com 85,1% da população do estado.  A proporção de evangélicos foi maior em Rondônia, com 33,8%. A menor foi registrada no Piauí, com 9,7%.

Que outros dados a pesquisa revela - Os espíritas estão em terceiro lugar em número de fiéis somando 3,8 milhões de pessoas (2% dos brasileiros).

Os sem religião são 15,3 milhões, ou seja, 8% da população.

O islamismo é professado por 35.167, o que representa 0,2% da população.

As tradições indígenas foram citadas por 63.082 entrevistados.

Os seguidores do hinduísmo dobraram. São 5.675 pessoas (0,002%). Eram 2.905.

Os praticantes do candomblé são 167 mil. Eram 127 mil pessoas. Somando os praticantes da umbanda e do candomblé, o IBGE mostra que são 0,3% da população.

O judaísmo se manteve estável com 107 mil (0,5%) dos brasileiros.

Renda e escolaridade - Quando a renda é analisada, os evangélicos ganham pouco. Até um salário mínimo. Os católicos também ficam nessa faixa. Mas há mais evangélicos ganhando esse salário do que a quantidade de católicos. Depois, na lista dos baixos salários, seguem os sem religião. No outro extremo, os espíritas são os que têm maior renda, ganhando mais de cinco salários mínimos.

Quanto ao nível de instrução, a pesquisa mostrou que os espíritas saem na frente, pois são os mais estudados. Cerca de 31,5% deles têm nível superior completo. Somente 1,8% das pessoas não têm instrução e 15% têm ensino fundamental incompleto. Dentre os não alfabetizados, são 1,4%.

Os católicos somam 6,8% sem instrução e 39,8% têm ensino fundamental incompleto.

Os sem religião têm 6,7% de pessoas sem instrução e 39,2% têm ensino fundamental incompleto.

Já os evangélicos são 6,2% sem instrução e 42,3% têm ensino fundamental incompleto.

Crescimento dos evangélicos – Por que será que esse grupo aumenta sempre? Quais fatores levam a esse crescimento?

Na verdade, a pergunta deveria ser por que as pessoas buscam as igrejas evangélicas. O doutor em Sociologia Ricardo Mariano, autor do livro Neopentecostais Sociologia do Novo Pentecostalismo no Brasil, aponta que é porque estão distantes do catolicismo, são alheios a sindicatos, desconfiam dos partidos políticos e são abandonados pelos poderes públicos.

O que encontram nas igrejas? Ricardo Mariano diz que encontram receptividade, apoio terapêutico-espiritual (aconselhamento) e solidariedade material, pois recebem cestas básicas, atendimento médico, odontológico, psicológico, entre outros. Uma coisa é certa. O trabalho social dos evangélicos é maior do que o do poder público a alcança os lugares onde o braço do Estado não chega.

Mas os sociólogos já constataram também que a relação pobreza e pentecostalismo não explica completamente os motivos do crescimento dessa religião. A pesquisa ainda deve avançar mais para se obter essa informação. Mas muitos pastores já sabem. As pessoas buscam respostas para as suas vidas. E a igreja evangélica aponta Jesus como a verdadeira saída, além de comunhão entre os membros o que gera proximidade, aconchego, sentimento de pertencimento a um grupo. Unidade na diversidade. Talvez essa palavra expresse um pouco o que é ser do grupo evangélico. Apesar de vários pontos e vista e doutrinas, os evangélicos são fechados quando o assunto é a Bíblia como regra de fé e prática. Sola scriptura defendeu Lutero no século XVI. Somente a Escritura continua a defender os evangélicos hoje.

Número de brasileiros em cada religião
Católica – 123.280.172
Evangélica – 42.275.440
Espírita – 3.848.876
Umbanda, candomblé e religiões afrobrasileiras – 588.797
Outras religiões – 5.185.065
Sem religião - 15.335.510

Número de brasileiros por sexo em cada religião
Religião - Homens - Mulheres
Católica – 61.180.316 – 62.099.856
Evangélica – 18.782.831 – 23.492.609
Espírita – 1.581.701 – 2.267.176
Umbanda, candomblé e religiões afrobrasileiras – 269.488 – 319.310
Outras religiões – 2.364.696 – 1.122.524
Sem religião – 9.082.507 – 6.253.004

Fonte: IBGE/Censo 2010

9 de jul de 2012

Evangélicos em Brasília

Os dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelaram que os evangélicos do DF estão crescendo em números, mas se concentram em regiões mais carentes.

Os católicos vivem em cidades privilegiadas como lagos Sul e Norte, asas Sul e Norte, Park Way e Sudoeste.

Nas cidades de classe média como Guará, Sobradinho e Taguatinga também prevalecem os fiéis católicos.

8 de jul de 2012

Igreja Memorial Batista de Brasília completa 52 anos

Fachada da Igreja Memorial Batista de Brasília

Para comemorar serão realizados dois cultos, no dia 22/7/12, às 10h15 e às 19 horas. A ministração será com o pastor Oliveira de Araújo, da Primeira Igreja Batista de Vitória, Espírito Santo.

O pastor Oliveira foi convidado pelo pastor Josué Mello Salgado, presidente da Memorial Batista.

Todos estão convidados. A entrada é franca.

Endereço: SGAS Quadra 905 Módulos E e F (W 5 Sul)
Site: www.imbb.org.br

6 de jul de 2012

Religião e esporte: FIFA permite o uso do véu para jogadoras muçulmanas


As jogadoras de futebol muçulmanas podem entrar em campo usando véu. A nova regra foi estabelecida pela FIFA nesta última quinta-feira, 5.

Por enquanto, a medida está em fase experimental. O modelo e a cor dos véus serão discutidos em reuniões futuras.

Mas já é uma vitória comemorada pelas mulheres muçulmanas que agora poderão praticar o futebol livremente. Antes, elas não podiam ser profissionais do esporte por restrições religiosas e culturais.